terça-feira, 15 de novembro de 2011

Tratamento da Diastase do reto abdominal pós gestação.

O tratamento da diastase do reto abdominal pode ser feito de forma conservadora, ou seja exercícios físicos ou correntes de média frequencia, ou ainda com tratamento cirurgico (abdominoplastia).

As correntes Russa e Aussie são correntes que tem por finalidade contração muscular (fortalecimento), ambas tem praticamente o mesmo efeito, diferenciando-se apenas pela sensação referida pelos pacientes, onde a corrente Aussie mostra-se mais confortável que a corrente Russa mesmo quando é usada em maior intensidade.

Muitas vezes depois da gestação a paciente pode ser acometida pela diastase do reto abdominal, ou seja a abertura da musculatura abdominal, ocasionando uma significativa protusão abdominal, além do fator estético haverá maior probabilidade de lesões na região posterior do corpo devido a falta de sustentação da musculatura abdominal.
Segundo Resende & Montenegro (1982), O período do puerpério é variável, geralmente a recuperração se dá a partir da 6° semana pós parto, mas ainda podemos dividir este período em  pós parto imediato (do 1º ao 10º dia), pós-parto tardio (do 10º ao 45º dia) e pós parto remoto (além do 45º). Superficialmente, os retos abdominais tem como funções flexionar e apoiar a coluna, sustentar os orgãos, auxiliar na expiração forçada, etc.
Os fatores que predispõem uma mulher grávida para uma diástase do reto abdominal são usualmente: obesidade, um bebé grande, excesso de líquido amniótico e abdominais fracos antes da gravidez. Os sintomas mais comuns são dores na zona lombar, nádegas, coxas e uma protuberância no meio do abdómen quando se senta ou está de pé.

A diástase pode ser de duas formas,aquela que se  estende acima e abaixo do umbigo, ou apenas abaixo do umbigo, a separação formada pelo músculo não oferece perigo, em relação a saída das víceras, e é importante saber que mesmo após a reabilitação ainda haverá uma pequena separação, porém é muito importante que esta musculatura esteja forte.
 Já foi observada grande satisfação em relação ao resultado dessas correntes para o tratamento desta disfunção muscular. Os objetivos da técnica incluem: manter a qualidade e quantidade do tecido muscular, recuperar a sensação de tensão muscular, aumentar ou manter força muscular, e estimular o fluxo de sangue no músculo. O aumento da força muscular com eletroestimulação pode ser alcançada em pouco tempo e este fortalecimento se dá artificialmente (Camargo et al, 1998; Hoogland, 1988).
Deve-se tomar cuidados especiais com fortalecimento exessivo das musculaturas que circundam o reto, sendo assim não deve-se utilizar exercícios que envolvam rotação do tronco, levantamento de pernas e estiramento lateral.
O tipo de abdominal mais indicado pra esta disfunção é aquele que utiliza toalha como suporte pois assim estabilizamos os músculos e não utilizamos a musculatura lateral. Postarei um vídeo em seguida para que possam visualizar melhor o exercício.
A diastase pode ser completamente corrigida pela abdominoplastia, onde ocorrerá a sutura de toda musculatura abdominal, porém este procedimento só é recomenndado para pacientes que não querem ou não podem mais ter filhos, pois além do rompimento das suturas a criança corre o risco de não de desenvolver corretamente devido a falta de espaço para seu crescimento.


18 comentários:

  1. BOA TARDE, FORAM MUITO ESCLARECEDORAS ESSAS INFORMAÇÕES SOBRE DIÁSTASE, PORÉM GOSTARIA DE SABER QUAL EXERCÍCIO POSSO FAZER PARA PERDA DE PESO PARA DEPOIS FAZER A CIRURGIA, TENHO 35 ANOS, E DUAS FILHAS UMA DE 13 OUTRA DE 7 DESCOBRI A DIASTASE APÓS UNS 3,5 DA SEGUNDA GRAVÍDEZ, TIVE Q FAZER UMA CIRURGIA DE HÉRNIA, MAS NÃO CONSIGO EMAGRECER, MEU MÉDICO NÃO QUER ME OPERAR, PODE ME AJUDAR, MORO NO INTERIOR DO RIO DE JANEIRO, NUMA CIDADE CHAMADA VOLTA REDONDA; ESTOU SENTIDO FORTES DORES ABDOMINAIS, DORES NOS QUADRIS, DIFUCULDADE PARA DORMIR, SEM POSIÇÃO, POIS O ABDOMEM FICA MUITO DOLORIDO. OBRIGADA PELA ATENÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, para emagrecer o ideal é a combinação entre atividade física, estética e dieta, caso você esteja com o IMC muito elevado o ideal é que inicie com atividades de baixo impacto para preservar as articulações (caminhada, hidroginástica, natação), os melhores tratamentos para redução de gordura corporal ao meu ver são eletrolipólise, carboxiterapia, cavitação, crioterapia, porém só podem ser iniciados após uma avaliação prévia, para a dieta recomendo procurar um nutricionista.

      Excluir
  2. Ola Amaniu. Gostaria de saber onde encontro este tratamento no Rio. Obg. Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline, Você deve procurar clínicas de Fisioterapia Dermato-Funcional, e saber se existem os tratamentos indicados, com certeza você vai encontrar, Quando cursei a especialização tive alguns professores do RJ, um deles é o melhor do Brasil em Tratamentos com Corrente Russa, Fábio Borges, mas não tenho endereço nem telefone, recomendo procurar no google, bju, espero que tenha ajudado!!!

      Excluir
  3. Bom dia! Gostaria de saber como meu caso pode ser resolvido, com cirugia ou tratamento pois antes de engravidar eu não tinha barriga nem flacidez engordei 23kg da gestação e fiquei com diástase de 1 dedo de espessura. Meu filho ja tem 1 ano e 3 meses. E agora depois de tanto tempo passado o que fazer? Obrigada BRENDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brenda, Oi, Como já falei acima tem sim como melhorar a aparência da diástase com atividade física e tratamentos estéticos, (ler artigos acima) Você deve procurar uma clínica especializada em fisioterapia dermato-funcional, caso o tratamento não lhe traga resultado satisfatório, a solução é abdominoplastia corretiva com sutura do reto abdominal. Dizer que o seu caso é reversível não é possível sem avaliação prévia.

      Excluir
  4. Ha uns quinze anos suturei o musculo do abdomem, porem atualmente, embora tenha aumentado o peso em apenas tres quilos, meu abdomem acima do umbigo esta flacido, gostaria que m explicasse a razáo ou o que poderia ser feito para pelo menos melhorar a aparencia, por favor.

    ResponderExcluir
  5. Ha uns quinze anos suturei o musculo do abdomem, porem atualmente, embora tenha aumentado o peso em apenas tres quilos, meu abdomem acima do umbigo esta flacido, gostaria que m explicasse a razáo ou o que poderia ser feito para pelo menos melhorar a aparencia, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem 02 tipos de flacidez que podem estar ocasionando o seu problema, não tem como definir sem avaliação prévia, necessita visualização e toque da região afetada, mas posso dizer desde já que para todo tipo de flacidez há tratamento, caso sinta que está com a pele flácida, isso pode ser corrigido com a carboxiterapia ou radiofrequência, se o problema for de origem muscular, a corrente russa ou até mesmo atividades de estímulo muscular do reto abdominal podem solucionar seu problema. Espero que tenha ajudado : )

      Excluir
  6. Olá Amaniu, gostaria de saber se o meu caso tem solução tive diastese de reto abdominal na minha ultima gravidez, fiz laqueadura e isso já se passou 3 anos e 3 meses. Sou magra mas a barriga fica horrível, diga-me se tem solução por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Como já falei acima tem sim como melhorar a aparência da diástase com atividade física e tratamentos estéticos, (ler artigos acima) Você deve procurar uma clínica especializada em fisioterapia dermato-funcional, caso o tratamento não lhe traga resultado satisfatório, a solução é abdominoplastia corretiva com sutura do reto abdominal. Dizer que o seu caso é reversível não é possível sem avaliação prévia.

      Excluir
  7. Bom dia , acho que tenho essa diastase pois faço dieta, faço musculaçao , aerobico e nada acaba com esse volume abaixo do umbigo, que fica tipo estufado, tenho 28 anos e nao tenho filhos , á oito anos atraz tive um aborto, qual melhor tratamento e qual medico procurar?

    ResponderExcluir
  8. Oi, Indico procurar inicialmente um fisioterapeuta dermatofuncional em sua cidade, ele irá orienta-la quanto a resolução do seu problema, caso realmente tenha diástase abdominal recomendo corrente russa e carboxiterapia.

    ResponderExcluir
  9. Uma Diástase de 4,5cm é possível corrigir apenas com fisio ou é necessário cirurgia?

    ResponderExcluir
  10. Olá .. fiz duas cesarianas e após a segunda percebi uma elevação em toda região abdominal, isto já tem quase 4 anos. Neste tempo, é bem verdade que ganhei uns quilinhos mas noto que esta barriguinha não se resume apenas a uma gordurinha extra, há por trás desta como se uma musculatura alta. Fico pensando que seja a tal diastase, porém tenho dúvidas pois a partir do li fale-se de uma flacidez abaixo do umbigo, o q não é muito meu caso. O que tenho é uma barriga, mais ou menos durinha, que mais parece que estou gravida de pouco meses. O que você acha? Sera que posso voltar ao normal com exercícios e alguns tratamentos estéticos? Quais os mais indicados?

    ResponderExcluir
  11. Descobri que tenho DRA e pesquisando sobre o caso descobri o tratamento com a técnica Tupler (Diastase Rehad Split). Essa técnica é eficaz??

    ResponderExcluir
  12. Olá, tenho diástase abdominal pós parto e gostaria de saber se posso engravidar novamente antes de fazer o tratamento ou tenho que tratá-la antes. Obrigada! Jaqueline.

    ResponderExcluir
  13. oi eu tenho emcima do ubigo tipo uma pele engiada aconteceu isso depois da gestação e como a figura acima eu deito e n vejo meu ubigo so q eu n gostaria de faze cirurgia tem outra forma pra elimina

    ResponderExcluir